quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Quais os tipos de laços produzidos pelas redes sociais?

Hoje eu conversei com uma grande amiga que eu não vejo e falo há mais de quatros anos. O telefone dela estava gravado na memória e os dedos deslizaram pelo teclado como se eu fizesse aquele interurbano diariamente.

A alegria, o apelido, a forma que conversamos foi como se os quatro anos tivessem sido apenas quatro dias. Falamos de tudo e não falamos de nada. Em poucos minutos conseguimos colocar todas as histórias daqueles longos anos em dia e quando percebemos já a gente já falava de nossos planos e projetos futuros.

Depois de quase uma hora nos despedimos. Talvez demore outros quatro anos para nos falarmos novamente. Talvez seja daqui a quatro dias. Ambos vamos viver histórias que não serão contadas em uma simples ligação, mas sempre vamos saber que em algum lugar temos alguém para conversar, contar nossas vitórias e chorar nossas derrotas.

No final vamos ter uma coisa que nenhuma rede social pode oferecer: laços de amizade criado ao longo de anos e forjado por vivência, pela cumplicidade, por histórias que somente poderiam ter sido vividas no mundo real.

Depois da ligação ficou uma grande dúvida: Os laços criados pelas redes sociais seriam tão indissolúveis como aqueles que temos na nossa vida real? Seria possível manter como amigos pessoas que passam anos, meses sem atualizar os seus perfis? Será que o sumiço não seria apenas um motivo para dar unfollow e renovar os nossos laços sociais? Será que aquele amigo virtual que acredita saber tanto de nossas vidas teria o mesmo espaço depois de quatro anos? Quais são os laços ou hubs que nos mantêm conectados aos nossos atuais amigos virtuais?

Um comentário:

Yuri Santos disse...

Muito bom o texto.

Tenho amigos que não veja há anos e quanos nos falamos parece que foi outro dia que nos despedimos e acontece tudo isso que vc falou, parece continuamos de onde paramos.

Gsto muito de Rede Sociais, participo ou ja participei de quase todas, mas acho que elas não são um fim, e sim um meio.
Um meio para você conhcer pessoas, trocar ideias e agregar conhecimentos é claro que nem todos que vocÊ interagi serão ou são seus grandes ou melhores amigos, mas acho que parte da gente para que isso aconteça, sair do virtual e ir para o real, o olho no olho, o lance conversar pessoalmente, essas coisas que amigos e pessoas queridas fazem.

compartilhar

Posts relacionados