quinta-feira, 29 de abril de 2010

Lady Gaga e a construção do branding lúdico

A cantora Lady Gaga é o atual fenômeno de marketing. A cantora tem uma legião de fãs fiéis que compram, seguem tendências ditadas pela diva e em troca são bajulados por Gaga, que sempre busca formas de criar uma relação de proximidade com o público.

Essa relação de troca foi transportada para o mundo das mídias sociais por David Kusek, que identificou alguns dos principais motivos que tem feito a cantora ser referência para muitos cantores.

1. Dê um nome aos fãs. Gaga não gosta da palavra "fã" de modo que ela chama os seus de "Little Monsters", nomeado após seu álbum "The Fame Monster". Ela até tatuou "monstrinhos" em seu braço e postou a foto no Twitter mostrar o amor que sente por seus fãs. Ao dar um nome ao grupo formal criou a possibilidade dos fãs se referirem uns aos outros, além de criar uma identificação no grupo.

2. Torná-lo algo maior que você. Durante sua turnê, Gaga recita um "Manifesto dos Little Monsters" (texto e video). Embora um pouco enigmática, ela demonstra a dedicação que tem aos seus fãs e o poder que eles tem em seu sucesso.

3. Desenvolver símbolos compartilhados. O site oficial dos "Little Monster" tem como saudação a monster claw (garra do monstro). Como todos os "little monster" sabem, a garra faz parte da coreografia da música "Bad Romance". Gaga conta a história de ver um fã em Boston cumprimentar outro fã com a mão em garra. Está saudação inclusive já é conhecida por pessoas como Oprah. Símbolos compartilhados permitem que aos fãs se identificar uns aos outros e se conectar.

4. Faça seus clientes sentir como estrelas do rock. Durante a turnê "Monster's Ball Gaga", grampeava o telefone do público e durante o show discava e chamava o fã para o palco. No final, o fã era convidado para tomar um drinque no camarim da cantora.

5. Aproveite a mídia social. Lady Gaga tem a página fã no Facebook (mais de 5 milhões de usuários) e Twitter (quase 3 milhões de seguidores), mas a forma como ela usa as redes que proporciona a lealdade dos seus seguidores. No Twitter, ela fez streaming da abertura do Grammy Awards. Ela também compartilha momentos da vida pessoal.

Artigo Original pode ser acessado no endereço: Future Of Music

Lady Gaga e a construção do branding lúdico

A cantora Lady Gaga é o atual fenômeno de marketing. A cantora tem uma legião de fãs fiéis que compram, seguem tendências ditadas pela diva e em troca são bajulados por Gaga, que sempre busca formas de criar uma relação de proximidade com o público.

Essa relação de troca foi transportada para o mundo das mídias sociais por David Kusek, que identificou alguns dos principais motivos que tem feito a cantora ser referência para muitos cantores.

1. Dê um nome aos fãs. Gaga não gosta da palavra "fã" de modo que ela chama os seus de "Little Monsters", nomeado após seu álbum "The Fame Monster". Ela até tatuou "monstrinhos" em seu braço e postou a foto no Twitter mostrar o amor que sente por seus fãs. Ao dar um nome ao grupo formal criou a possibilidade dos fãs se referirem uns aos outros, além de criar uma identificação no grupo.

2. Torná-lo algo maior que você. Durante sua turnê, Gaga recita um "Manifesto dos Little Monsters" (texto e video). Embora um pouco enigmática, ela demonstra a dedicação que tem aos seus fãs e o poder que eles tem em seu sucesso.

3. Desenvolver símbolos compartilhados. O site oficial dos "Little Monster" tem como saudação a monster claw (garra do monstro). Como todos os "little monster" sabem, a garra faz parte da coreografia da música "Bad Romance". Gaga conta a história de ver um fã em Boston cumprimentar outro fã com a mão em garra. Está saudação inclusive já é conhecida por pessoas como Oprah. Símbolos compartilhados permitem que aos fãs se identificar uns aos outros e se conectar.

4. Faça seus clientes sentir como estrelas do rock. Durante a turnê "Monster's Ball Gaga", grampeava o telefone do público e durante o show discava e chamava o fã para o palco. No final, o fã era convidado para tomar um drinque no camarim da cantora.

5. Aproveite a mídia social. Lady Gaga tem a página fã no Facebook (mais de 5 milhões de usuários) e Twitter (quase 3 milhões de seguidores), mas a forma como ela usa as redes que proporciona a lealdade dos seus seguidores. No Twitter, ela fez streaming da abertura do Grammy Awards. Ela também compartilha momentos da vida pessoal.

Artigo Original pode ser acessado no endereço: Future Of Music

2 comentários:

  1. Olá, Sergio!

    Já que traduziu o artigo de DAVID KUSEK - http://www.futureofmusicbook.com/2010/04/5-lessons-for-building-brand-loyalty/ - porque não citou a fonte e o autor da matéria?

    Abs,

    Berenice

    ResponderExcluir
  2. Oi Berenice,

    Não coloquei a fonte, pois no nome do David Kusek já existe o link para o artigo original.

    Entretanto, já vou acertar colocando os créditos.

    Abs,

    Sérgio

    ResponderExcluir

compartilhar

Posts relacionados