quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Internet chega a 64,8 milhões de brasileiros em julho

O número de pessoas com acesso à internet em casa ou no trabalho no Brasil se manteve estável em julho: atingiu 44,5 milhões, mas o número de usuários ativos da rede no país subiu 10% em relação ao mês anterior, chegando a 36,4 milhões. As informações foram divulgadas pelo Ibope Nielsen Online.

Segundo a Ibope Nielsen online, o acesso em todos os ambientes já atinge 64,8 milhões de pessoas (incluindo aí residências, trabalho, escolas, lan-houses, bibliotecas e telecentros). Esse números consideram apenas os brasileiros de 16 anos ou mais de idade com posse de telefone fixo ou móvel.

- Sites de redes sociais, de comunicação e de entretenimento foram os que mais contribuíram para o crescimento do tempo médio de uso do internauta brasileiro no mês de julho

Entre os internautas residenciais, o número de usuários ativos chegou a 27,5 milhões de pessoas, um crescimento de 7,4% em relação aos 25,6 milhões do mês anterior e de 8% sobre os 23,7 milhões de julho de 2008. O tempo de navegação em residências em julho cresceu 9% sobre junho e 21% sobre julho de 2008, e atingiu a marca inédita de 30 horas e 13 minutos por pessoa. O número de pessoas que moram em domicílios em que há a presença de computador com internet é de 40,2 milhões.

Na navegação no trabalho e em residências, as categorias com maior crescimento proporcional do número de usuários em julho na comparação com junho foram viagens e turismo, com evolução de 17,3%, automotivo, com aumento de 16,8%, e casa e moda, com crescimento mensal de 15,7%.

A subcategoria com maior tempo médio, mensagens instantâneas, chegou a 7 horas e 49 minutos por pessoa, ao crescer 8% em julho, seguida por comunidades, em que se classificam as redes sociais, que chegou a 4 horas e 57 minutos por pessoa, com crescimento de 15% no mês.

Visão Global. Segundo o Ibope Nielsen Online, o Brasil continua liderando o tempo de navegação nos ambientes doméstico e residencial. De acordo com a mesma medição, o país (com média de 48 horas e 26 minutos por internauta, em julho) ficou na frente dos Estados Unidos (42 horas e 19 minutos), Reino Unido (36 horas e 30 minutos), França (33 horas e 22 minutos), Japão (31 horas e 55 minutos), Espanha (31 horas e 45 minutos), Alemanha (30 horas e 25 minutos), Itália (28 horas e 15 minutos) e Austrália (23 horas e 45 minutos).

Internet chega a 64,8 milhões de brasileiros em julho

O número de pessoas com acesso à internet em casa ou no trabalho no Brasil se manteve estável em julho: atingiu 44,5 milhões, mas o número de usuários ativos da rede no país subiu 10% em relação ao mês anterior, chegando a 36,4 milhões. As informações foram divulgadas pelo Ibope Nielsen Online.

Segundo a Ibope Nielsen online, o acesso em todos os ambientes já atinge 64,8 milhões de pessoas (incluindo aí residências, trabalho, escolas, lan-houses, bibliotecas e telecentros). Esse números consideram apenas os brasileiros de 16 anos ou mais de idade com posse de telefone fixo ou móvel.

- Sites de redes sociais, de comunicação e de entretenimento foram os que mais contribuíram para o crescimento do tempo médio de uso do internauta brasileiro no mês de julho

Entre os internautas residenciais, o número de usuários ativos chegou a 27,5 milhões de pessoas, um crescimento de 7,4% em relação aos 25,6 milhões do mês anterior e de 8% sobre os 23,7 milhões de julho de 2008. O tempo de navegação em residências em julho cresceu 9% sobre junho e 21% sobre julho de 2008, e atingiu a marca inédita de 30 horas e 13 minutos por pessoa. O número de pessoas que moram em domicílios em que há a presença de computador com internet é de 40,2 milhões.

Na navegação no trabalho e em residências, as categorias com maior crescimento proporcional do número de usuários em julho na comparação com junho foram viagens e turismo, com evolução de 17,3%, automotivo, com aumento de 16,8%, e casa e moda, com crescimento mensal de 15,7%.

A subcategoria com maior tempo médio, mensagens instantâneas, chegou a 7 horas e 49 minutos por pessoa, ao crescer 8% em julho, seguida por comunidades, em que se classificam as redes sociais, que chegou a 4 horas e 57 minutos por pessoa, com crescimento de 15% no mês.

Visão Global. Segundo o Ibope Nielsen Online, o Brasil continua liderando o tempo de navegação nos ambientes doméstico e residencial. De acordo com a mesma medição, o país (com média de 48 horas e 26 minutos por internauta, em julho) ficou na frente dos Estados Unidos (42 horas e 19 minutos), Reino Unido (36 horas e 30 minutos), França (33 horas e 22 minutos), Japão (31 horas e 55 minutos), Espanha (31 horas e 45 minutos), Alemanha (30 horas e 25 minutos), Itália (28 horas e 15 minutos) e Austrália (23 horas e 45 minutos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

compartilhar

Posts relacionados