terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Reforma ortográfica

A reforma ortográfica da língua portuguesa entra em vigor na quinta-feira (1/1), com o principal objetivo de unificar e dar maior visibilidade ao idioma português. Atualmente falado por mais de 230 milhões de pessoas no mundo.

As novas regras começam a valer em caráter transitório até 2012, nesse período as duas formas de escrever serão consideradas corretas. Somente em janeiro de 2013 que o novo acordo será adotado como forma padrão de escrita.

Entretanto, ainda, nem todas as normas foram definidas. Como a intenção não é facilitar a vida de ninguém, o novo acordo cria um novo conjunto de regras, mas cheio exceções que deverão ser discutidas entre as Academias de Letras dos países que falam a língua portuguesa (Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Brasil e Portugal).

A expectativa é que a Academia Brasileira de Letras organize o novo "Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa" (Volp) até fevereiro de 2009.

Acordo. O acordo ortográfico foi assinado em 1990, mas regulamentado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva dia 29 de setembro deste ano, por meio de um decreto.

Concursos. Os concursos e vestibulares vão admitir as duas grafias por quatro anos, mas a maioria não adotará as novas regras em seus enunciados de imediato. Durante o período de transição, estudantes e concurseiros também não serão avaliados pelo qual dos estilos ortográficos que utilizar.

Órgãos oficiais. Apesar de terem regulamentado o acordo e o início de sua vigência para 1º de janeiro, o Executivo federal e o Congresso não se prepararam para cumprir imediatamente a sua própria decisão. Por esse motivo, os documentos oficiais ainda vão continuar sendo escritos sem padronização do novo acordo, a justificativa apresentado por ambos é a falta de preparação dos servidores.

Apenas o Supremo Tribunal Federal vai cumprir as novas regras desde o início. O órgão, nos últimos três meses treinou técnicos e revisores para que todos os documentos produzidos passem a ser redigidos pela nova norma no primeiro dia de 2009, como está definido em decreto.

Para quem ainda está perdido, vale lembrar que a mudança ortográfica não vai mudar em nada a forma como as palavras são pronunciadas. Abaixo fica um manual publicado pela editora melhoramentos com todo o conteúdo da reforma.

Guia Da Reforma Ortográfica Da Lingua Portuguesa

Nenhum comentário:

compartilhar

Posts relacionados