quarta-feira, 11 de junho de 2008

O futuro da comunicação pelo Google

Artigo interessante de um executivo do Google sobre o futuro dos jornais. Abaixo reproduzo um trecho.

"Arora também opiniou sobre o futuro dos jornais tradicionais na internet. Para o executivo, o formato de vários canais de informação num só portal poderá mudar bruscamente, por causa principalmente dos conteúdos especializados. E, apesar dos números otimistas que mostram que três bilhões de pessoas estarão online nos próximos cinco anos, trazendo ótimas perspectivas para os produtores de conteúdo, Arora acredita que os jornais terão que repensar seus formatos no mundo digital: num mundo cada vez mais ocupado por especialistas, será cada vez mais difícil para os jornais oferecer um conteúdo pouco especializado e mais geral em segmentos como esporte e artes, por exemplo. O executivo acredita que os grandes jornais poderão ter problemas em serem reconhecidos pelo público como os grandes especialistas "em qualquer assunto" na web.

Por isso mesmo, uma das alternativas para os grandes jornais é desenvolver um novo tipo de relacionamento com seus leitores, mais colaborativos e baseadios em confiança e credibilidade. "Eles precisarão se engajar com seus leitores, mesmo que isto possa significar um reposicionamento de sua habitual relação com o mercado. Eles precisam entender que a nova geração de leitores não quer apenas ouvir o que é certo ou errado - eles querem formar sua própria opinião"."


A íntegra do artigo pode ser encontrada no site do Imasters.

O futuro da comunicação pelo Google

Artigo interessante de um executivo do Google sobre o futuro dos jornais. Abaixo reproduzo um trecho.

"Arora também opiniou sobre o futuro dos jornais tradicionais na internet. Para o executivo, o formato de vários canais de informação num só portal poderá mudar bruscamente, por causa principalmente dos conteúdos especializados. E, apesar dos números otimistas que mostram que três bilhões de pessoas estarão online nos próximos cinco anos, trazendo ótimas perspectivas para os produtores de conteúdo, Arora acredita que os jornais terão que repensar seus formatos no mundo digital: num mundo cada vez mais ocupado por especialistas, será cada vez mais difícil para os jornais oferecer um conteúdo pouco especializado e mais geral em segmentos como esporte e artes, por exemplo. O executivo acredita que os grandes jornais poderão ter problemas em serem reconhecidos pelo público como os grandes especialistas "em qualquer assunto" na web.

Por isso mesmo, uma das alternativas para os grandes jornais é desenvolver um novo tipo de relacionamento com seus leitores, mais colaborativos e baseadios em confiança e credibilidade. "Eles precisarão se engajar com seus leitores, mesmo que isto possa significar um reposicionamento de sua habitual relação com o mercado. Eles precisam entender que a nova geração de leitores não quer apenas ouvir o que é certo ou errado - eles querem formar sua própria opinião"."


A íntegra do artigo pode ser encontrada no site do Imasters.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

compartilhar

Posts relacionados