terça-feira, 2 de janeiro de 2007

Depois de metrossexual, o termo da vez é sporno

Reprodução de foto do livro ''Locker Room Nudes'', que mostra atletas do time frances de rugby no vestiário. Fotográfo: François RousseauDepois do termo metrossexual, que define aquele tipo de homem hetero que é extremamente vaidoso, agora é a vez de uma outra palavrinha entrar no vocabulário ligado ao mundo gay. Trata-se de "sporno", a mistura de sport (esporte) mais pornô (pornô).

O termo foi inventado pelo mesmo homem que criou a palavra metrossexual, o consultor de marketing Mark Simpson. Sporno, segundo Simpson contou à revista gay americana "Out", é uma tentativa de definição da estética homossexual ligada ao esporte que invadiu principalmente a Europa e a Austrália. "Hoje muitos jogadores de futebol querem ser objetos sexuais, algo que é posterior à estética metrossexual"

Mark Simpson cita também a aproximação de esportistas como David Beckham e Freddie Ljungberg, com os fãs homossexuais. "mbos já apareceram em revistas gay e os fãs gostam do estilo deles".

"O mercado publicitário é quem impulsiona as estrelas sporno", diz Simpson. Não à toa famosas grifes escolheram esportistas para ilustrar suas campanhas, como a Dolce & Gabbana fez com a seleção italiana de futebol.

"Essas estrelas sporno têm tudo o que um homem pode querer: juventude, vigor, corpão, dinheiro, fama e o número de telefone de bons e fotógrafos e stylists", contou.

O consultor de marketing disse que David Beckham é a definição perfeita de um astro sporno. "Apesar de sua performance medíocre no campo, Beckham é o jogador mais bem pago do Reino Unido e sua ida para o Real Madrid tornou o clube o mais rentável do mundo. Beckham é um objeto de desejo global e o merchandising dele se move mais rápido que seus quadris. O Real Madrid é seu sporno estúdio e ele é a estrela da capa número 1".

Fonte: "Site EGO"

Nenhum comentário:

compartilhar

Posts relacionados